Procedimentos


Mamas

Mastopexia

mastopexia lifting de mama

Mastopexia, o que é?

A Mastopexia, também conhecida como Lifting de Mama.

É uma técnica cirurgia indicada para melhorar a aparência das mamas que sofrem com o envelhecimento natural ou com outros fatores, como gravidez, oscilações de peso e gravidade.

A técnica consiste em remover excesso de pele, redefinir a posição da aréola e comprimir o tecido mamário para dar nova forma à mama.

Existem várias técnicas para a realização do procedimento.

Na hora de escolher o que for melhor para a paciente, o cirurgião plástico vai avaliar questões como, tamanho e posição das aréolas, tamanho e posição das mamas flacidez, elasticidade e excesso de pele.

A cirurgia tem a função básica de melhorar a aparência dos seios. Se o objetivo for aumentá-los, a técnica que deve ser buscada é a cirurgia de aumento.

Se for para diminuir o volume, é preciso procurar uma cirurgia para redução das mamas.

Qual é a indicação para Mastopexia ?

É um procedimento individualizado e você deve fazê-lo para si mesma, não para satisfazer os desejos de alguém ou para tentar se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

Pode fazer a cirurgia quem:

  • Está fisicamente saudável;
  • Sofre com a flacidez dos seios;
  • O mamilo fica embaixo do sulco da mama quando os seios perdem a sustentação;
  • Não for fumante;
  • Os seios estiverem flácidos;
  • Tiver metas realistas sobre o resultado;
  • Sente mal estar por causa da aparência das mamas;
  • As aréolas estão alargadas.

 

Importância da consulta médica

A consulta médica é o momento propício para que todas as dúvidas sejam tiradas, todas as questões sejam expostas e metas realistas sejam traçadas.

O sucesso também depende muito da sinceridade do paciente com o seu médico.

> Não omita nada.

Aborde:

  • O motivo para querer fazer a cirurgia, o resultado desejado e as expectativas;
  • Condições de saúde, assim como tratamentos realizados no passado e alergias medicamentosas;
  • Medicamentos que faz uso atualmente, homeopatia, uso de cigarro, de álcool e drogas.
  • Cirurgias anteriores.

O cirurgião pode querer:

  • Fazer uma avaliação do seu estado de saúde, dos fatores de risco e das condições que já existem;
  • Tirar fotos suas para adicionar ao prontuário médico;
  • Recomendar um tratamento e colocar em discussão suas opções;
  • Apresentar riscos, complicações que podem ocorrer e prováveis resultados.
  • Discutir possíveis resultados da cirurgia e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

 

Na preparação, pode ser necessário:

  • Realizar exames laboratoriais e passar por uma avaliação médica;
  • Fazer ajustes nos medicamentos atuais e adicionar outros;
  • Suspender o uso de cigarro bem antes da cirurgia;
  • Submeter-se a uma mamografia de base antes e após a cirurgia para verificar qualquer mudança no tecido mamário.
  • Suspender certos medicamentos que podem aumentar o sangramento, como medicamentos naturais, aspirina e anti-inflamatórios.

 

Pergunte ao médico

Todas as dúvidas devem ser feitas nas consultas que antecedem a cirurgia. É importante que o paciente não sinta vergonha em perguntar, nem omita qualquer informação do seu cirurgião. O sucesso da cirurgia depende também da confiança que um tem no outro.

Serão dadas instruções especiais, como os cuidados com os seios durante a recuperação, o uso de medicamentos para auxiliar na regeneração da região, e informações sobre retorno ao médico para checagem das cicatrizes e do resultado.

Na alta médica

Se alguma complicação aguda for sentida, como falta de ar, dor profunda no peito ou batimentos cardíacos anormais, é preciso procurar um médico com urgência, que pode recomendar internação ou algum procedimento adicional. Com todos os benefícios que as cirurgias oferecem, os riscos existem e devem ser estudados.

Cuidados do paciente

O sucesso da cirurgia depende do conhecimento do médico e dos cuidados que o paciente deve ter antes e depois do procedimento. Ser zeloso, seguir as sugestões do médico e evitar esforços é fundamental no momento de cicatrização. Também é fundamental que use óculos escuros e se proteja do sol durante a recuperação.

Após a cirurgia, o médico vai orientar sobre como fazer uso dos medicamentos que vão ajudar na cicatrização e os cuidados que devem ter nos dias seguintes. Tudo para evitar o risco de infecção e para que a cirurgia seja superada o mais breve possível. Após o procedimento, pode ocorrer inchaço, hematomas, desconforto e até irritação local. Por isso, é fundamental seguir as orientações do médico.

Pergunte ao médico sobre a recuperação

  • Quando será permitido voltar para as atividades do cotidiano
  • Até quando deve ser tomada a medicação?
  • Como será o curativo após a cirurgia e quando ele será removido?
  • Quando deve retornar ao consultório para o médico conferir a recuperação?

Informação Importante

A cirurgia geralmente não afeta a função de amamentação, no entanto, se você estiver planejando engravidar, converse com o cirurgião plástico. As mudanças que ocorrem nos seios durante a gravidez podem minimizar os resultados da cirurgia. Da mesma forma, planos de perda de peso também devem ser discutidos.

Custo da cirurgia

Ao decidir fazer uma plástica e escolher um cirurgião plástico, tenha em mente que a experiência dele tem um preço e esse é um investimento que deve valer à pena.

É proibida a divulgação de preço de procedimento médico pelo Código de Ética Médica. Duvide apenas de procedimentos com preço baixo demais. O valor é determinado pelos custos gerais que a cirurgia envolve, como:

  • Gastos com equipe médica;
  • Honorários do cirurgião;
  • Custo de medicamentos usados durante a cirurgia;
  • Exames realizados durante a cirurgia.

Mais informações.