Procedimentos


Minimamente Invasivos

Rejuvenescimento da pele

O que é?

 Por ser o maior órgão do corpo humano e estar mais exposto que todos os outros, a pele é a que mais sofre no processo de envelhecimento natural. Para driblar os sinais clássicos do envelhecimento, o rejuvenescimento da pele e o resurfacing podem ser realizados através de várias técnicas, como o uso de Laser, Luz Pulsada, peeling químico e outros métodos não abrasivos. Através desses métodos, várias situações podem ser tratadas, como:

  • Cicatrizes resultantes da acne
  • Rugas que não mudam de aparência
  • Cicatrizes resultantes de lesões
  • Lesões vasculares
  • Pigmentação
  • Linhas de expressão
  • Perda de tonalidade da pele

 

Qual é a indicação?

O procedimento é indicado tanto para homens quanto para mulheres adultas que tenham tecido e músculos saudáveis. O cirurgião especializado é capaz de estudar metas realistas.

Quem pode fazer o procedimento:

  • Indivíduos sem patologia que traga risco para a cirurgia ou tenha dificuldade de cicatrização
  • Pessoas que não fumam
  • Pessoas com metas condizentes com sua condição

 

Importância da consulta médica:

A consulta médica é o momento propício para que todas as dúvidas sejam tiradas, todas as questões sejam expostas e metas realistas sejam traçadas. O sucesso também depende muito da sinceridade do paciente com o seu médico. Não omita nada. Aborde:

  • O motivo para querer fazer o procedimento, o resultado desejado e as expectativas
  • Condições de saúde, assim como tratamentos realizados no passado e alergias medicamentosas
  • Medicamentos que faz uso atualmente, homeopatia, uso de cigarro, de álcool e drogas
  • Cirurgias já feitas

 

O cirurgião pode querer

 

  • Fazer uma avaliação do seu estado de saúde, dos fatores de risco e das condições que já existem
  • Tirar fotos suas para adicionar ao prontuário médico
  • Recomendar um tratamento e colocar em discussão suas opções
  •  Apresentar riscos, complicações que podem ocorrer e prováveis resultados.

 

Riscos e benefícios

Após discutir as opções e metas realistas, o paciente se responsabiliza por decidir se quer conseguir os benefícios que o procedimento pode proporcionar. Também terá que decidir se os riscos são aceitáveis. Todas as opções serão explicadas em detalhes pelo cirurgião plástico e, ao final, o paciente deve assinar um termo de consentimento que assegura total compreensão dos riscos e das metas possíveis. Pode acontecer:

  • Queimaduras
  • Cicatrizes
  • Mudanças na textura da pele
  • Irregularidades na superfície da pele
  • Irregularidades de pigmentação

 

Pergunte ao médico

Todas as dúvidas devem ser tiradas nas consultas que antecedem o procedimento. É importante que o paciente não sinta vergonha em perguntar, nem omita qualquer informação do seu cirurgião. O sucesso da cirurgia depende também da confiança que um tem no outro.

O procedimento

Para realizar o resurfacing, o médico vai precisar fazer uma análise cuidadosa do tipo e da cor natural da pele para determinar qual é o melhor tratamento. A análise da pele é fundamental para reduzir os ricos da perda de pigmentação ou adicional. Já para os tratamentos à Laser, resurfacing fracionado, ou dermoabrasão, serão avaliados o grau de cicatrização, tipo de pele e a cor.

É normal e esperado que os tratamentos sejam repetidos para que se alcance uma pele cada vez melhor, pois a melhora na textura e na clareza é gradativa. Depois de realizado o tratamento, é imprescindível o uso de proteção solar absoluta por pelo menos um ano. Essa medida é fundamental para evitar a pigmentação irregular da região.

 

Pergunte ao médico sobre a recuperação

  • Cuidados específicos com o local do procedimento
  • O que esperar da recuperação
  • Quando deve retornar ao consultório para o médico conferir a recuperação

 

 

Custo do procedimento

Ao decidir fazer um procedimento cosmético e escolher um cirurgião plástico, tenha em mente que a experiência dele tem um preço e esse é um investimento que deve valer à pena.

É proibida a divulgação de preço de procedimento médico pelo Código de Ética Médica. Duvide apenas de procedimentos com preço baixo demais. O valor é determinado pelos custos gerais que a cirurgia envolve, como:

  • Gastos com equipe médica;
  • Honorários do cirurgião;
  • Custo de medicamentos usados durante a cirurgia;
  • Exames realizados durante a cirurgia.

 

 

Guia de perguntas ao médico cirurgião:

  • Ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • Se fez especialização em cirurgia plástica
  • Se tem licença da Vigilância Sanitária
  • Quantos treinamentos foram necessários passar até tirar a especialização
  • Qual o procedimento estético é recomendado
  • Como será feito o procedimento
  • Qual será o resultado
  • Opções caso fique insatisfeito com o procedimento
  •  Se acontecerem complicações, como serão tratadas