Procedimentos


Minimamente Invasivos

Peeling Químico

dr alexandre vial peeling quimico barra da tijuca

Peeling Químico superficial

Indicado para melhorar o aspecto da pele degradada por rugas superficiais, acne, ressecamento e pigmento irregular, o peeling químico superficial promove uma esfoliação leve, com a remoção da epiderme, camada exterior da pele.

Nessa técnica, o médico usa produtos químicos brandos, com uma combinação de ácidos alfa hidróxidos e beta hidróxidos, tais como ácido glicólico, ácido láctico, ácido salicílico e ácido maleico.

Para alcançar o resultado desejado, o paciente precisa repetir o tratamento semanalmente, com uma duração de cinco a seis semanas.

Para realizar o procedimento, o rosto será limpo. Em seguida, a solução será espalhada na região e vai permanecer por, no máximo, dez minutos.

É normal sentir um ardor leve.

Para finalizar, o peeling químico será removido e neutralizado.

 Peeling Químico Médio

Por agir na remoção das células da epiderme (camada exterior da pele) e da derme (camada superior da camada média), esse tratamento é indicado para tratar rugas mais profundas, tonalidade desigual e cicatrizes da acne.

O produto mais usado no peeling médio é o ácido tricloroacético, que pode ser combinado ao ácido glicólico.

Para iniciar a técnica, o rosto é limpo e depois a solução é espalhada na pele enquanto a ação age por minutos.

Em seguida, a área pode apresentar uma tonalidade cinza esbranquiçada.

Depois, os produtos químicos são neutralizados com compressas salinas frias.

Nos dias seguintes, a pele pode ficar vermelha ou marrom.

O resultado pode ser visto em até seis semanas.

Esse tratamento pode ser repetido a cada seis meses a um ano, de acordo com a necessidade do paciente.

 

Peeling Químico Profundo

Nessa técnica, será usada uma substância forte chamada fenol, capaz de penetrar na camada mais profunda da pele para acelerar o processo de cicatrização de rugas faciais profundas, cicatrizes, áreas manchadas e até lesões cancerígenas.

Para esse tratamento, é preciso usar um anestésico local e uma sedação para reduzir o desconforto.

Um pré-tratamento geralmente é realizado, que pode incluir o uso de um remédio derivado da vitamina

A, capaz de afinar a camada superficial da pele e facilitar a penetração do Fenol.

Se o paciente tiver alguma intolerância ao pré-tratamento, o médico pode recomendar algumas opções.

Para aplicar o peeling, o paciente será sedado, com aplicação de anestésico no local.

O rosto vai ser limpo.

O fenol vai ser espalhado na área a ser tratada e vai permanecer de 30 minutos a duas horas.

O produto será neutralizado com água e uma espessa camada de vaselina vai ser aplicada sobre a pele para ajudar a descansar.

A vaselina pode ser necessária no local por até dois dias.

Outra opção é colocar tirar de fita adesiva com abertura somente para os olhos e boca ao invés de colocar a camada de vaselina.

Para a recuperação, pode ser necessário até duas semanas para voltar às atividades cotidianas e ao trabalho.

 

Riscos e benefícios do Peeling Químico.

Após discutir as opções e metas realistas, o paciente se responsabiliza por decidir se quer conseguir os benefícios que o procedimento pode proporcionar.

Também terá que decidir se os riscos são aceitáveis.

Todas as opções serão explicadas em detalhes pelo cirurgião plástico e, ao final, o paciente deve assinar um termo de consentimento que assegura total compreensão dos riscos e das metas possíveis.

O uso de anticoncepcionais, histórico familiar de descoloração acastanhada ou gravidez aumentam o risco de pigmentação irregular.

Se o paciente tiver tido herpes labial, também existe o risco de reativação.

O médico pode passar um medicamento antes e depois do procedimento para evitar o problema, mas é importante sinalizar a hipótese.

Histórico de queloide ou outros problemas de cicatrização também precisam ser comunicados.

 

Riscos para o Peeling químico superficial

  • Vermelhidão
  • Ardor
  • Descamação da pele
  • Irritação
  • Hiperpigmentação
  • Infecção

 

Riscos Peeling químico médio

  • Infecção
  • Vermelhidão
  • Ardor
  • Descamação da pele
  • Irritação
  • Cicatrizes permanentes
  • Hiperpigmentação

 

 

Riscos Peeling químico profundo

  • Perda da capacidade de desenvolver pigmento
  • Problemas cardíacos
  • Ardor
  • Vermelhidão
  • Cistos
  • Manchas brancas
  • Cicatriz
  • Hiperpigmentação

 

Qual é a indicação?

 

O procedimento é indicado tanto para homens quanto para mulheres adultas que tenham tecido e músculos saudáveis.

O cirurgião especializado é capaz de estudar metas realistas. As principais indicações são:

  • Retirar cicatrizes profundas
  •  Alterar tamanho dos poros
  • Remover pequenos vasos
  • Tratar rugas profundas
  • Estimular a produção de colágeno
  • Tratar excesso de pele
  • Tratar flacidez

 

 

Custo do procedimento de Peeling Químico

Ao decidir fazer um procedimento cosmético e escolher um cirurgião plástico, tenha em mente que a experiência dele tem um preço e esse é um investimento que deve valer à pena.

É proibida a divulgação de preço de procedimento médico pelo Código de Ética Médica.

Duvide apenas de procedimentos com preço baixo demais.

O valor é determinado pelos custos gerais que a cirurgia envolve, como:

  • Gastos com equipe médica;
  • Honorários do cirurgião;
  • Custo de medicamentos usados durante a cirurgia;
  • Exames realizados durante a cirurgia.

 

Guia de perguntas ao médico cirurgião:

  • Ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • Se fez especialização em cirurgia plástica
  • Se tem licença da Vigilância Sanitária
  • Quantos treinamentos foram necessários passar até tirar a especialização
  • Qual o procedimento estético é recomendado
  • Como será feito o procedimento
  • Qual será o resultado
  • Opções caso fique insatisfeito com o procedimento
  •  Se acontecerem complicações, como serão tratadas