Procedimentos


Minimamente Invasivos

Laser

O que é?

Uma das mais recentes técnicas de rejuvenescimento é o tratamento a Laser, que fornece ao cirurgião precisão para atuar principalmente em áreas sensíveis. Nesse procedimento, são emitidos feixes curtos e concentrados de luz para remover a camada externa da pele, a epiderme, e aquecer a derme. Com o aquecimento, há o estímulo ao crescimento de novas fibras de colágeno. Com a cicatrização da região, uma nova pele é formada. Por atuar em uma camada por vez, o tratamento a Laser evita problemas com hipopigmentação, ou clareamento da pele.

A técnica é indicada para atuar na redução de cicatrizes de acne, rugas e manchas na face.

 

Qual é a indicação?

O procedimento é indicado tanto para homens quanto para mulheres adultas que tenham tecido e músculos saudáveis. O cirurgião especializado é capaz de estudar metas realistas. Para melhorar o resultado do tratamento a Laser, outras técnicas para o tratamento podem ser realizadas antes mesmo de submeter a pele ao Laser. O tratamento é indicado para tratar:

 

  • Pele amarelada
  • Pele envelhecida
  • Cicatrizes de acne
  • Linhas finas no rosto
  • Pele cinzenta
  • Verrugas
  • Manchas
  • Pele que não teve bom resultado com o facelift

 

 

Procedimento – Laser de CO2 e Laser de érbio

O Laser de CO2 é uma alternativa adotada há anos pelos especialistas para tratar diversas doenças de pele. Atualmente, há disponível diversos Lasers de CO2 capazes de emitir feixes contínuos de luz, o que remove finas camadas de pele e causa danos mínimos às regiões próximas. Já o tratamento com Laser de érbio é usado na remoção de rugas e linhas no rosto, no pescoço, no peito e nas mãos.

Antes de iniciar o procedimento, a pele do rosto do paciente é limpa e os olhos são protegidos. A técnica pode não ser uma boa opção para pessoas que sofrem com acne, com a pele muito escura e flacidez.

 

Resultado

Finalizada a aplicação do Laser, serão aplicados curativos para a preservação da área. Em alguns casos, a aplicação de medicação tópica é necessária para melhorar a cicatrização.

Durante a aplicação do Laser, é normal sentir uma sensação de queimadura leve e coceira. A área costuma ficar vermelha e inchada. Geralmente, entre cinco dias e uma semana a pela fica seca e vai descascar. Para uma recuperação mais fácil, é recomendado elevar a cabeça com travesseiro extra à noite, aplicar gelo para aliviar o inchaço e desconforto, e para os fumantes o recomendado é não fumar, já que o fumo atrapalha a cicatrização. Quando o tratamento é realizado com Laser de CO2, pode demorar duas semanas para a cicatrização. Com o Laser de érbio, a recuperação dura uma semana.

Após o procedimento, a pele costuma ficar vermelha ou rosa durante meses e pode haver sensibilidade à luz do sol. Por isso, o uso de protetor solar é recomendado por pelo menos um ano. Com o processo natural de envelhecimento, é possível que as linhas de expressão voltem a aparecer depois de um tempo. Se for necessário, o tratamento pode ser repetido.

 

Risco e benefícios

Após discutir as opções e metas realistas, o paciente se responsabiliza por decidir se quer conseguir os benefícios que o procedimento pode proporcionar. Também terá que decidir se os riscos são aceitáveis. Todas as opções serão explicadas em detalhes pelo cirurgião plástico e, ao final, o paciente deve assinar um termo de consentimento que assegura total compreensão dos riscos e das metas possíveis.

O tratamento a Laser pode provocar dor e normalmente o médico usa anestésicos para diminuir a sensibilidade do paciente. Se forem realizados vários tratamentos simultaneamente, o médico pode administrar uma anestesia geral para o paciente ter mais conforto. Após a realização do tratamento, podem acontecer complicações, como:

  • Inchaço
  • Cicatriz
  • Hiperpigmentação
  • Vermelhidão prolongada
  • Infecção bacteriana
  • Formação de bolhas
  • Coceira
  • Dor

 

Custo do procedimento

Ao decidir fazer um procedimento cosmético e escolher um cirurgião plástico, tenha em mente que a experiência dele tem um preço e esse é um investimento que deve valer à pena.

É proibida a divulgação de preço de procedimento médico pelo Código de Ética Médica. Duvide apenas de procedimentos com preço baixo demais. O valor é determinado pelos custos gerais que a cirurgia envolve, como:

  • Gastos com equipe médica;
  • Honorários do cirurgião;
  • Custo de medicamentos usados durante a cirurgia;
  • Exames realizados durante a cirurgia.

 

 

Guia de perguntas ao médico cirurgião:

  • Ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • Se fez especialização em cirurgia plástica
  • Se tem licença da Vigilância Sanitária
  • Quantos treinamentos foram necessários passar até tirar a especialização
  • Qual o procedimento estético é recomendado
  • Como será feito o procedimento
  • Qual será o resultado
  • Opções caso fique insatisfeito com o procedimento
  •  Se acontecerem complicações, como serão tratadas